segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

LOBO

Lobo nasceu há 400 anos no planeta Czárnia. Seu nome deriva de um dialeto Khúndio, que significa “aquele que arranca suas tripas e gargalha de alegria com isso”. Esse planeta era um modelo de paz na galáxia. Não havia guerras, todos os habitantes viviam em plena harmonia, e até a morte era apenas uma opção, já que todos eram praticamente imortais, viviam centenas de anos e ainda tinham a capacidade natural dos czarnianos de criarem clones com uma simples gota de sangue.
Como uma maldição ou um jogo do destino, Lobo nasceu totalmente diferente de seus compatriotas. Mal nasceu, já arrancou os dedos da parteira e assassinou seus médicos. Incontrolável e indestrutível como todo czarniano, até os 18 anos praticou todo tipo de vandalismo e assassinatos em Czárnia. A História dos czarnianos e seu planeta se encerrou quando Lobo criou um enxame de microscópicos escorpiões voadores, que extinguiram toda a vida no planeta. Lobo tornou-se então o último czarniano vivo.
Durante sua vida, Lobo buscou vários empregos que fizessem sentido à sua “alma de assassino”, até que resolveu ingressar no ramo dos caçadores de recompensas. A partir daí, passou a matar por dinheiro. Nessa época se auto-intitulava “assasssino da realeza” e “flagelo da galáxia”.
Por suas suas incríveis capacidades foi procurado por todos os tipos de “vilões”, que o levaram a fechar contratos extremos, colocando-o cara a cara com os personagens mais poderosos do universo. Encontrou-se com diversos heróis do espaço e da Terra, tendo derrotado facilmente o Superman após uma série de bebedeiras. Em uma luta com Gnort, um lanterna verde, o venceu facilmente. A explicação de Lobo no episódio foi “seu anel funciona a base de força de vontade. Pois ninguém tem mais força de vontade do que eu”. O Maioral, como gosta de ser chamado, também teve encontros com personagens de outras editoras, como Máskara, Juiz Dredd e Wolverine (este último, o derrotou numa luta decidida por voto de leitores no gibi “Marvel vs. DC”, resultado que causa polêmica até hoje).
Fez parte também de três grupos de heróis: L.E.G.I.Ã.O., Liga da Justiça e Justiça Jovem. No primeiro, foi obrigado por Vril Dox a trabalhar para sua polícia espacial, após ter sido derrotado em uma luta suja, previamente armada por Dox. Lobo criou centenas de clones de si mesmo que dominaram um planeta. Ele participou do grupo até sua dissolução.
Na Liga da Justiça, Lobo foi membro duas vezes por um tempo curtíssimo. Na primeira, foi durante uma missão que havia recebido para assassinar os membros do grupo. Fingindo ser amigo para se infiltrar, foi classificado como membro honorário. Tempos depois, participou da Liga da Justiça dos Alienígenas, durante uma saga da Liga da Justiça em que cada membro montou sua própria versão do grupo (essa fora criado por Superman e Caçador de Marte).
1993
#01

2011


ANUAL


ESPECIAIS
#01